Crédito

Saiba como criar uma política de crédito e evite desperdícios

Escrito por Adianta

Uma boa política de crédito é essencial para as empresas que desejam aumentar seu capital e sua carteira de clientes. Porém, é comum que organizações apresentem alta taxa de inadimplência e até mesmo prejuízo por causa de uma má escolha na sua estratégia de fornecimento de crédito a clientes. 

Confira as principais dicas para criar uma política de crédito efetiva e que lhe trará resultados satisfatórios.

Faça um levantamento de dados

É a primeira e principal etapa para o sucesso na criação de um processo em uma empresa. Quais são os objetivos a serem alcançados pela organização? Qual o perfil de seus clientes? Quais são os métodos de acompanhamento disponíveis?

Quanto maior a quantidade de informações e perguntas respondidas, maiores são as chances de você e sua equipe lidarem bem com alguma situação difícil no decorrer da ação. 

Utilize os 5 Cs do crédito

Essa é uma regra simples, mas fundamental para avaliar o risco em oferecer crédito a uma empresa.

Os 5 Cs são os seguintes: 

  • Caráter: índole do cliente e sua predisposição em pagar o que deve.
  • Capacidade: se a projeção de caixa da empresa permite a ela o pagamento do crédito concedido.
  • Capital: potencialidade financeira da parte que requer os créditos.
  • Condições: cenário econômico e empresarial geral.
  • Colateral: somatório de ativos que o cliente tem para oferecer como garantia para o empréstimo.

Defina sua estratégia

Como será a forma de sua empresa conceder e cobrar créditos? A concessão será feita para qualquer pessoa ou o processo de escolha será rigoroso? Posteriormente as cobranças serão realizadas de maneira branda ou agressiva? 

A forma como você decide montar sua política pode ser determinante para a sua carteira de clientes e para a sua lucratividade. Um exemplo é a empresa X, que é liberal quanto aos créditos e rigorosa na cobrança. Essa empresa apresenta um ótimo programa de cobrança, bastante organizado, mas perde muito dinheiro com dívidas incobráveis pelo fato de não selecionar muito bem os clientes a quem conceder crédito.

Analise os resultados de sua política de créditos atual

A princípio é interessante montar uma espécie de manual. Documente todos os dados e estratégias definidas. Isso vai facilitar o repasse de informação tanto para os seus funcionários quanto para filiais da sua empresa. Com tudo no papel, você pode garantir que sua política de créditos será bem aplicada e ter um parâmetro de comparação após os resultados. 

Não se pode acertar tudo da primeira vez, não é? Revise periodicamente a sua política, identifique os erros, corrija-os e otimize seus processos. É possível produzir resultados cada vez melhores por meio do acompanhamento de suas tentativas anteriores. 

Em resumo, é possível evitar desperdícios de capital e de tempo, além de fidelizar uma grande quantidade de clientes de qualidade, com uma política de créditos que siga as etapas aqui descritas. Não se esqueça de que quanto mais dados, maior será o planejamento e, consequentemente, melhores serão os resultados obtidos!

Se você gostou do post, comente logo abaixo e nos deixe saber o quão útil esse texto foi para você!

Sobre o autor

Adianta

Deixar comentário.

Share This